fbpx

Como lavar e cuidar do kimono para garantir durabilidade

  • 9 de julho de 2024

Quem pratica artes marciais como o judô e o jiu-jitsu, sabe o quão cansativo podem ser os treinos, e que todo esforço físico realizado em aula, irão resultar um muito suor. Por isso, manter seu kimono limpo é uma ótima demonstração de respeito com a arte marcial e com os colegas, devido à necessidade de contato físico constante.

Neste artigo, vamos passar algumas dicas que você precisa saber para lavar o seu kimono da maneira correta, sem danificar o mesmo.

Por que lavar o kimono após o treino?

Se você pratica alguma arte marcial que necessita de kimono, é importante lavá-lo da maneira correta, para remover o suor e os odores corporais, evitando que seque no tecido e cause manchas, ou um odor difícil de retirar.

Por isso, fazer a lavagem correta do seu kimono após o treino é importante, pois vai ajudar a manter a forma e a cor original do kimono. Um kimono limpo demonstra que você está mentalmente focado e comprometido, livre de impurezas como raiva, desmotivação e preguiça.

Como cuidar do seu kimono após os treinos 

O ideal é sempre lavar o kimono logo após o treino, tanto a wagui (casaco), quanto a shitabaki (calça), para evitar que suor e os odores fiquem impregnados no tecido. Caso não seja possível a lavagem após o treino, deixe o kimono em um local arejado e com sobra, pendurado em um cabide, nunca em contato direto com o sol.

Separamos alguns cuidados que você precisa ter ao lavar o seu kimono, para garantir a integridade do mesmo:

  • Lavagem adequada do kimono

Embora lavar o kimono à mão seja menos agressivo, nem sempre é prático, principalmente quando falamos de kimonos de tecido grosso. Por isso, separamos cinco dicas para lavar seu kimono na máquina de lavar sem danificá-lo:

  1. Use o ciclo para roupas delicadas;
  2. Escolha um programa de lavagem mais longo e suave;
  3. Programe a máquina para centrifugar por períodos curtos;
  4. Coloque toalhas junto com o kimono para amortecer o atrito;
  5. Vire o kimono do avesso para limpeza;
  6. Passe o kimono somente se ele estiver muito amassado, pois o calor acelera o desbotamento e a degradação das fibras. Use a temperatura recomendada na etiqueta.

Caso o tecido do kimono seja maleável, o ideal é você realizar a lavagem com as mãos, para evitar qualquer dano no tecido.

  • Use bicarbonato de sódio

Para kimonos brancos, o bicarbonato de sódio pode ajudar a manter a brancura sem danificar o tecido. Você pode misturar meia xícara de bicarbonato com sabão em pó neutro na lavagem.

  • Amaciante e vinagre branco

Caso deseje, você pode utilizar um amaciante de roupas neutro e sem cheiro para manter o kimono confortável. O vinagre branco é excelente para eliminar bactérias e odores, por isso, adicione meia xícara de vinagre branco junto com o sabão em pó neutro.

  • Evite alvejantes

Alvejantes enfraquecem as fibras do tecido, tornando o kimono mais suscetível a rasgos e manchas. Utilize métodos de limpeza mais suaves.

  • Secagem adequada

Seque o kimono em um local sombreado e ventilado. Evite a secadora e a exposição ao sol, pois ambos podem enrijecer e encolher o tecido. Se possível, retire o kimono da secadora ainda levemente úmido para reduzir danos e utilize um cabide para secar o mesmo.

A dica é não ficar refém apenas de kimono. O ideal para quem pratica artes marciais é ter pelo menos dois kimonos, sendo possível intercalar durante o uso. Se você tiver apenas um kimono, corre o risco de desgastar mais rápido, podendo até mesmo rasgar durante as práticas.

Mantenha seu kimono limpo e bem cuidado com as dicas que apresentamos, pois essa é uma prática muito importante dentro das artes marciais. Respeite o esporte, seus colegas e a você mesmo realizando a lavagem adequada do seu kimono.
Você já pensou em treinar judô com um dos judocas mais respeitados, que já participou das Olimpíadas? Matricule-se na Academia Tiago Camilo e viva uma experiência única, levando os valiosos ensinamentos do tatame para a sua vida!